<BODY>
17.7.04



Num indo e vindo infinito

Dentro de mim tem um monstro.
 
********************
 
Quando eu tô sob pressão,ele aparece e estraga tudo o que eu fiz de bom antes.
 
********************
 
Quem me conhece sabe como eu sou. Falante, desembaraçada, atenta, sempre cumprimentando o máximo de gente que der, sempre me esforçando pra ajudar, sempre tentando colocar um pouquinho de açúcar na vida, porque açúcar é gostoso que só e a vida da gente bem que podia ser melhor temperada.
 
Eu tento ser uma menina legal. Apesar de não saber ser meiga nem delicada nem feminina, e de não falar macio,  sempre tento fazer um cafuné em quem estiver mais perto da minha mão, elogiar as coisas que merecem elogios (um batom lindo, uma comida ótima, um trabalho feito com dedicação).
 
Eu admiro muito quem é meiga-delicada-feminina, mas se eu fingisse ser assim estaria sendo hipócrita. Eu sou esculachada, rio bem alto mostrando a garganta mesmo, fico descalça sempre que dá, uso a mesma calça jeans por dias e dias seguidos e adoro olhar pro meu próprio decote (eu sei, isso é muito brega, mas é tão legal!)
 
Eu danço quando gosto da música, eu bato palmas sozinha quando o ritmo me contagia, eu adoro Bossa nova, eu danço forró sozinha quando não encontro parceiro, eu assumo quando acho um rapaz bonito (e falo isso pra ELE), eu dou em cima MESMO quando tenho vontade e/ou tesão.
 
Eu sou uma Menina, mesmo.Menina-criança, menina-sincera, menina- agitada... menina. Assim como as crianças, não-hipócrita e não- fingida.
 
*****************
 
O problema é o monstro.
 
****************
O monstro aparece quando eu perco um arquivo do word sem salvar; quando eu tenho dez faces pra maquiar em trinta minutos; quando descubro que comeram todo o pão de queijo e não pensaram em guardar um pra mim, que estava varrendo o chão; quando repetem a mesma frase sem graça dez vezes;
 
E, principalmente, quando eu estou nervosa e alguém fala "Calma, Menina, calma..." Se vier apertando os meus braços pra me fazer sentar, eu viro o Monstro.
 
*******************
O Monstro usa frases curtas. O Monstro manda nos outros. O Monstro empurra as pessoas, faz cara de quem comeu e não gostou e desconta sua raiva nos outros. O Monstro tem vontade de arremessar as coisas na parede. O Monstro destrói amizades apenas com um olhar gelado e um frase cortante. O Monstro acha que nunca erra. O Monstro grita sem necessidade. O Monstro usa o sarcasmo como arma. O monstro age grosseiramente.
 
******************* 
Eu não sei se eu sou a Menina-Prodígio ou se o meu verdadeiro jeito de ser é ser monstro.
 
 
 
UPDATE:  Eu vou bem ali representar o Amazonas num Encontro Nacional e já volto, viu? O próximo post vai ser direto de Cuiabá, a Cidade Verde!
 
UPDATE[zinho]: O monstro voltou a hibernar, agora que os dois trabalhos e as duas provas que eu tinha pra fazer já foram feitos. Mas a qualquer momento ele vai voltar- coitada da aeromoça que me atender no avião.
 


Menina Prodígio se aventurou aqui às 2:06 AM


----------------------

Comments: Postar um comentário

Este é o blog de alguém que tem vinte e um anos, gosta de ler, gosta de que sua vida seja um livro aberto e gosta de gostar. E falta um ano pra receber um canudo.

Todo dia uma aventura nova. Toda semana uma odisséia. De vez em quando uma atualização


Gostos:

*Cheiro de Fanta Morango* *Sabor de hortelã* *Lençol acetinado* *Violão* *Bolero* *Lua cheia* *Teatro* *Bossa Nova* *Clube da Esquina* *Massagem com óleo Johnson's* *Conjectura de Poincaré* *Beijo no pescoço* *Abacaxi geladinho* *Falar sem parar*



Aventuras em grupo


Sotaques, um blog globalizado
O melhor blog da Internet Galáctica

Blogs

Licor de Marula com flocos de milho açucarados
Alma em Punho
Apostos
appothekaryum
\o/Bloggette
Balde de Gelo
Blog de papel
Cala a boca, que eu tô falando!
Catarro
Oh, Bravo Figaro!
Cartas Curtas
O Coyote é Físico teórico! [E tem cara de artista]
Cumequié?
Copy and Paste
Drops da Fal
Não gostou? Vem me pegar!
Mau humor, mentiras e fé patológica
Mad Tea Party
Pensar Enlouquece, pense nisso.
Blog de Gestão
Gravataí Merengue
Caryorker
O biscoito fino e a massa
John Doe - Juventude, sobriedade e poesia
Jesus, me chicoteia!
Louca por blog? É a mãe! A margarida Inventada
Marmota, mais dos mesmos...
Megeras Magérrimas
Não discuto, por Ticcia Antoniette
Nóvoa em folha
Luabella e suas fases
Liberal, Libertário, Libertino
poliCARPE DI EMili
O estupendo Poeta Matemático [Trinomial e o escambau]
Menina Mateira que não posta nunca
Madame Mean

Sites

Cocadaboa
Malvados
Omelete
Embarque


Frase que fez clique

"Brilhar pra sempre,
brilhar como um farol,
brilhar com brilho eterno,
gente é pra brilhar,
que tudo mais vá pro inferno,
este é o meu slogan
e o do sol."
Wladimir Maiakóvski
Fonte: Anvörg


Arquivos


Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

Powered by Blogger