<BODY>
22.8.04



Someday we'll know why Sanson loves Dalila
Someday I'll go dancing on the moon
Someday you'll know that I was the one for you

New Radicals, Somedat we'll know

Linda linda linda, ou serão esses meus ouvidos?

Pode parecer que eu estou triste, mas eu canto essa música com um sorriso sonhador nos lábios...

Estou, de novo, vendo a beleza do por do sol
Estou, de novo, desejando BOM DIA pros cobradores as sete da noite
Estou, de novo, dançando ao caminhar.


*********************

Andei lembrando de umas coisas...

No terceiro ano do ensino médio, eu estava conversando com a minhas melhores amigas. Uma de nós estava passando por problemas com o namorado (ele gosta de mim, eu não gosto mais dele, o que eu faço? ) e eu dei minha opinião no assunto.

Eu- Olha, eu não entendo quando me contam esses lances de gente que faz loucuras por paixão, que sofre, chora, se descabela... Eu nunca senti isso, ó.

Amiga Pequena – Ué, e o teu namorado? (O daquela época)

Eu- Eu amo meu namorado! (E amava mesmo) Mas esse amor não foi incendiário, nem à primeira vista. Eu DESENVOLVI um sentimento, eu TRABALHEI em cima dele, eu me acostumei a gostar.

Amiga Fina – Mas isso não é paixão.

Eu – Eu não acredito em paixão. Essa coisa louca, que tira o fôlego, que desnorteia, que faz a pessoa fazer loucuras... Nunca aconteceu comigo. E olha que eu não sou insensível, eu tenho sentimentos profundos.

Amiga Apaixonada – Eu acho que se não tiver paixão, não tem amor. Sem paixão eu me sinto morta em vida, parece que tô vivendo por costume.

Eu – Eu nunca me apaixonei, e tenho alegria de viver pra dar e vender, maninha. Não sinto falta disso, eu nunca senti isso, isso de sacudir de alto a baixo nunca aconteceu comigo.

Amiga sábia – (Com um tom de Pitonisa do Oráculo de Delfos) Mas um dia vai se apaixonar.

[Silêncio]

Eu – Deixa o meu namorado te ouvir falando isso!

[Risos]

*****************************

E eu venho a público declarar algo:

Ela estava certa.

Eu, que sempre fui a senhorita sentimentos amenos e miss racionalidade, estou arriada dos quatro pneus. Estou apaixonada. APAIXONADA. A.P.A.I.X.O.N.A.D.A. Aconteceu o que eu disse que nunca ia acontecer.
Me sinto completa apenas com minha paixão. Meu coração está preenchido pela contemplação de uma foto e a expectativa da chegada do próximo e-mail.
Eu, que disse que nunca ia me apaixonar, achei o cara que mexeu comigo dos pés a cabeça. Me sacudiu de alto a baixo.
Eu já estava planejando uma maneira de enrolar a faculdade e conseguir uma passagem para Belém, sob o pretexto de participar de um congresso...Eu, que sou quem grita mais alto contra o desvio e mau uso de verbas públicas!
Eu, que passaria de bom grado minha vida inteira bem grudadinha na minha cidade, já estava começando a planejar minha mudança de mala e cuia pra Belém. Até eu perceber o quão absurdo era o que eu tava pensando.
Eu, que sempre fazia um longo contrato verbal antes de entrar num relacionamento, fui a primeira a dizer: "vamos deixar como está e depois a gente conversa."

Eu que antes era uma, agora sou outra, mais parecida comigo mesma.
Eu saí de dentro de mim, e agora me exponho.
Saí da crisálida, e me descobri borboleta.
Mais terna, mais bela, mais adequada, mais leve, mais diáfana, mais tudo, mais nada.

***************
Não leia a seção abaixo se vc não tem cara de artista

Eu sei que você está lendo. Só não sei se está entendendo.
Eu estou contente. Eu nunca me apaixonei antes. E estou plena somente com a existência da minha paixão. Eu estou apaixonada por você. E é isso.
Eu voltei a acreditar no que eu sempre acreditei – Amor, Vida, Alegria, Paz Harmonia, Luz. Eu já tinha me esquecido que o mundo na verdade é isso.
Eu voltei a acreditar nos meus sonhos. Durante um tempo, quase me convenceram que eles eram bobos.
Eu não exijo nada de você. Eu sei que a gente é igual.
Eu estou apaixonada por você.

*********************

Pronto, acho que agora dá pra encerrar com Thiago de Melo, o melhor amazonense do mundo.

"Fica decretado que a maior dor sempre foi e sempre será
não poder dar-se amor a quem se ama."
Os estatutos do homem

Bem... felicidades a todos...
A propósito: eu sou a única pessoa do mundo que se apaixonou pela primeira vez aos 19 anos? Paixão é diferente de amor, fica bem claro isso.

Tem algo claro aqui?

Você aí, menino e menina, garoto e garota que está lendo: como foi que vc descobriu que estava apaixonado?? Não precisa ser a primeira vez...


Menina Prodígio se aventurou aqui às 10:34 PM


----------------------

Comments: Postar um comentário

Este é o blog de alguém que tem vinte e um anos, gosta de ler, gosta de que sua vida seja um livro aberto e gosta de gostar. E falta um ano pra receber um canudo.

Todo dia uma aventura nova. Toda semana uma odisséia. De vez em quando uma atualização


Gostos:

*Cheiro de Fanta Morango* *Sabor de hortelã* *Lençol acetinado* *Violão* *Bolero* *Lua cheia* *Teatro* *Bossa Nova* *Clube da Esquina* *Massagem com óleo Johnson's* *Conjectura de Poincaré* *Beijo no pescoço* *Abacaxi geladinho* *Falar sem parar*



Aventuras em grupo


Sotaques, um blog globalizado
O melhor blog da Internet Galáctica

Blogs

Licor de Marula com flocos de milho açucarados
Alma em Punho
Apostos
appothekaryum
\o/Bloggette
Balde de Gelo
Blog de papel
Cala a boca, que eu tô falando!
Catarro
Oh, Bravo Figaro!
Cartas Curtas
O Coyote é Físico teórico! [E tem cara de artista]
Cumequié?
Copy and Paste
Drops da Fal
Não gostou? Vem me pegar!
Mau humor, mentiras e fé patológica
Mad Tea Party
Pensar Enlouquece, pense nisso.
Blog de Gestão
Gravataí Merengue
Caryorker
O biscoito fino e a massa
John Doe - Juventude, sobriedade e poesia
Jesus, me chicoteia!
Louca por blog? É a mãe! A margarida Inventada
Marmota, mais dos mesmos...
Megeras Magérrimas
Não discuto, por Ticcia Antoniette
Nóvoa em folha
Luabella e suas fases
Liberal, Libertário, Libertino
poliCARPE DI EMili
O estupendo Poeta Matemático [Trinomial e o escambau]
Menina Mateira que não posta nunca
Madame Mean

Sites

Cocadaboa
Malvados
Omelete
Embarque


Frase que fez clique

"Brilhar pra sempre,
brilhar como um farol,
brilhar com brilho eterno,
gente é pra brilhar,
que tudo mais vá pro inferno,
este é o meu slogan
e o do sol."
Wladimir Maiakóvski
Fonte: Anvörg


Arquivos


Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

Powered by Blogger