<BODY>
31.3.05



Um e-mail que eu enviei.


Gente passa pela nossa vida o dia inteiro. O vendedor de pastel que te contou uma piada. O cobrador que disse que o meu passe era falsificado e me fez pagar inteira. A visita do chefe. Gente que passa.

Pessoas ficam. Pessoas SABEM que vc existe. Algumas pessoas sabem o que vc sente e pensa, e a gente chama de amigos. Outras sabem despertar aquele algo irracional que tem dentro de você, e a gente chama de namorado (ou ficante, ou rolo, ou pessoa que eu conheci -hoje em dia as coisas andam mais flexíveis - e cá entre nós, eu sou a favor de flexibilidade.)

O ser humano precisa de relacionamentos. E é aí que entramos eu e você. Temos um relacionamento. Único - como todos. Diferente - como todos. Cheio de desafios - como todos, claro! Qual relacionamento não é um desafio? Todo relacionamento implica trocas, sacrifícios, dedicação. O nosso só é um pouquinho mais cheio de floresta. Quilômetros de floresta e rios entre eu e você.

Eu dizia que o ser humano precisa de relacionamentos. Precisa? Será que você e eu realmente PRECISAMOS um do outro?

Creio que não. Eu era uma mocinha alegre antes de te conhecer. E não preciso de você pra ser feliz - e sei que você não precisa de mim.

Ainda bem! Ainda bem que entre nós não há aquela escravidão - "faça-me feliz, faça-me feliz." Eu só serei feliz se EU me fizer feliz. O mesmo vale pra você.

Se as pessoas não precisam de um parceiro amoroso pra serem felizes, porque o amor é tema de tantas canções? A dor do amor, a vontade de ter um amor, o ciúme, a traição, e infinitas variações sobre o mesmo tema. As expressões artísticas do ser humano, à exceção de algumas músicas do Carlinhos Brown, abordam o amor em inúmeras manifestações. O adolescente quer ser amado. A velhinha quer amar.

Mas o que eu quero não é alguém que me faça feliz (posto que apenas eu tenho esse poder. Bom saber que também apenas eu tenho o poder de me fazer triste.). Na verdade, relacionamentos amorosos são tão complicados!

E há os finais de relacionamentos. Coisa que dói. Todo fim é horrível. Eu nunca tive um relacionamento que não tenha terminado. Você já teve vontade de gritar por não entender como alguém, que um dia disse te amar tanto, mudou de idéia?

Relacionamentos terminam por vários motivos. Brigas, intolerância, tédio, ciúme, raiva,desejo de liberdade, desprezo, desilusão, dificuldades, dores, dinheiro, cansaço, exaustão, fim da atração, fim do envolvimento, fim do sentimento (eles acabam sim!), fim. Chegou ao fim, e tanto faz porque foi que chegou ao fim, o chato é que terminou. Isso acontece desde que o primeiro átomo gostou da primeira átoma. (Pausa para imaginar um átomo de lacinho rosa na cabeça...). Ninguém sabe qual desses motivos vai ser o motivo do fim.

Se eu não preciso de ninguém além de mim pra ser feliz; se os relacionamentos são complicados; se ao entrar em um relacionamento você sabe que está pulando em um abismo, não seria loucura apostar em algo que ninguém sabe no que vai dar?

Quer ser louco junto comigo? Quer pular no abismo também?

Você é a PESSOA com quem eu quero descobrir que pode não ter fim.

*lagriminhas bem discretas, não repare*


Que saudade. Ainda bem que amanhã começa abril.



****

Em tempo: não é do Veríssimo, fui eu quem escrevi. Pra ele. É dele. Mas pode ser de vocês também.

Tenho certeza que ele não se importa em dividir.

****

Se você é novo por aqui e não sabe quem é ele:
Ele apareceu pela primeira vez aqui.
A gente se conheceu assim.
A gente se reencontrou assim.


Menina Prodígio se aventurou aqui às 7:29 PM


----------------------

Comments: Postar um comentário

Este é o blog de alguém que tem vinte e um anos, gosta de ler, gosta de que sua vida seja um livro aberto e gosta de gostar. E falta um ano pra receber um canudo.

Todo dia uma aventura nova. Toda semana uma odisséia. De vez em quando uma atualização


Gostos:

*Cheiro de Fanta Morango* *Sabor de hortelã* *Lençol acetinado* *Violão* *Bolero* *Lua cheia* *Teatro* *Bossa Nova* *Clube da Esquina* *Massagem com óleo Johnson's* *Conjectura de Poincaré* *Beijo no pescoço* *Abacaxi geladinho* *Falar sem parar*



Aventuras em grupo


Sotaques, um blog globalizado
O melhor blog da Internet Galáctica

Blogs

Licor de Marula com flocos de milho açucarados
Alma em Punho
Apostos
appothekaryum
\o/Bloggette
Balde de Gelo
Blog de papel
Cala a boca, que eu tô falando!
Catarro
Oh, Bravo Figaro!
Cartas Curtas
O Coyote é Físico teórico! [E tem cara de artista]
Cumequié?
Copy and Paste
Drops da Fal
Não gostou? Vem me pegar!
Mau humor, mentiras e fé patológica
Mad Tea Party
Pensar Enlouquece, pense nisso.
Blog de Gestão
Gravataí Merengue
Caryorker
O biscoito fino e a massa
John Doe - Juventude, sobriedade e poesia
Jesus, me chicoteia!
Louca por blog? É a mãe! A margarida Inventada
Marmota, mais dos mesmos...
Megeras Magérrimas
Não discuto, por Ticcia Antoniette
Nóvoa em folha
Luabella e suas fases
Liberal, Libertário, Libertino
poliCARPE DI EMili
O estupendo Poeta Matemático [Trinomial e o escambau]
Menina Mateira que não posta nunca
Madame Mean

Sites

Cocadaboa
Malvados
Omelete
Embarque


Frase que fez clique

"Brilhar pra sempre,
brilhar como um farol,
brilhar com brilho eterno,
gente é pra brilhar,
que tudo mais vá pro inferno,
este é o meu slogan
e o do sol."
Wladimir Maiakóvski
Fonte: Anvörg


Arquivos


Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

Powered by Blogger