<BODY>
12.8.05

Minha Mamãe é prodígio

Há cerca de quatro anos, eu decidi que ia mudar o mundo.

Para que esse objetivo se realizasse, a primeira coisa que eu devia fazer era observar as pessoas. Comecei pela minha mãe.

E observei que minha mãe sempre escolhia o menor bife. A sobra de ontem. O pão amanhecido. A banana mais verde.

Aliás, também escolhia o sapato mais barato da loja, e se só tinha um lugar vago pra sentar, não permitia que eu ficasse em pé.

Comecei a me incomodar com todos os sacrifícios que mamãe fazia por minha causa. Tudo bem que ela fazia porque queria, mas eu não gostaria que ninguém comesse restinho do frango de ontem com arroz gelado de terça por minha causa - principalmente se eu estiver comendo lasanha recém-feita. E poxa, ela é minha mãe e eu quero o conforto dela.

****************

Incômodos, incômodos, quatro anos se passaram, meu pai morreu há três anos e ficamos só eu e ela, isoladas de parentes, eu sem namorado, ela sem interesse em procurar algum. Dividimos a mesma cama de casal toda noite, e ela continua separando a pior parte pra si e me OBRIGANDO a ficar com os maiores bifes. Isso tem me feito engordar e sentir muita culpa pelo desconforto dela.

Pensando com o meu próprio zíper (botão é coisa do passado), achei a solução para resolver a minha culpa e ludibriar minha mãe, forçando a coitadinha a ficar com quinhões melhores.

*****************

Se ela está se vestindo pra sair, eu uso minha indiscutível lábia para fazê-la usar aquela minha blusa que fica ótima nela, ou aquele batom da Avon que eu comprei mês passado, dei de presente pra ela e ela botou de volta na minha caixa de maquiagem.

******

Se ela se recusa a comer mais que 15 gramas de comida, eu simulo estar fazendo muito esforço, e ameaço jogar o prato no lixo. Ela é forçada a não deixar estragar o alimento nosso de cada dia, e come os melhores pedaços (que eu deixei na panela de propósito para serem o jantar DELA. )

Se tem chocolate na caixa, eu pego a caixa, levo pra perto dela, como UM chocolate e vou oferecendo pra ela dois, três, quatro... Ela nem nota.

Se tem show de graça, eu digo que quero ir mas tenho medo de voltar sozinha à noite, e arrasto ela comigo.

******************************

E assim, eu descobri o jeito de fazer minha mãe aproveitar as coisas legais, sem deixar tudo só pra mim.




Beijo enorme pra vocês todos, e feliz dia dos pais. Que todos nós, quando tivermos filhos, sejamos como minha mãe.


Menina Prodígio se aventurou aqui às 7:11 PM


----------------------

Comments: Postar um comentário

Este é o blog de alguém que tem vinte e um anos, gosta de ler, gosta de que sua vida seja um livro aberto e gosta de gostar. E falta um ano pra receber um canudo.

Todo dia uma aventura nova. Toda semana uma odisséia. De vez em quando uma atualização


Gostos:

*Cheiro de Fanta Morango* *Sabor de hortelã* *Lençol acetinado* *Violão* *Bolero* *Lua cheia* *Teatro* *Bossa Nova* *Clube da Esquina* *Massagem com óleo Johnson's* *Conjectura de Poincaré* *Beijo no pescoço* *Abacaxi geladinho* *Falar sem parar*



Aventuras em grupo


Sotaques, um blog globalizado
O melhor blog da Internet Galáctica

Blogs

Licor de Marula com flocos de milho açucarados
Alma em Punho
Apostos
appothekaryum
\o/Bloggette
Balde de Gelo
Blog de papel
Cala a boca, que eu tô falando!
Catarro
Oh, Bravo Figaro!
Cartas Curtas
O Coyote é Físico teórico! [E tem cara de artista]
Cumequié?
Copy and Paste
Drops da Fal
Não gostou? Vem me pegar!
Mau humor, mentiras e fé patológica
Mad Tea Party
Pensar Enlouquece, pense nisso.
Blog de Gestão
Gravataí Merengue
Caryorker
O biscoito fino e a massa
John Doe - Juventude, sobriedade e poesia
Jesus, me chicoteia!
Louca por blog? É a mãe! A margarida Inventada
Marmota, mais dos mesmos...
Megeras Magérrimas
Não discuto, por Ticcia Antoniette
Nóvoa em folha
Luabella e suas fases
Liberal, Libertário, Libertino
poliCARPE DI EMili
O estupendo Poeta Matemático [Trinomial e o escambau]
Menina Mateira que não posta nunca
Madame Mean

Sites

Cocadaboa
Malvados
Omelete
Embarque


Frase que fez clique

"Brilhar pra sempre,
brilhar como um farol,
brilhar com brilho eterno,
gente é pra brilhar,
que tudo mais vá pro inferno,
este é o meu slogan
e o do sol."
Wladimir Maiakóvski
Fonte: Anvörg


Arquivos


Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

Powered by Blogger