<BODY>
14.1.06

Brasília, o avião, a padaria e a banheira

Brasília.

Eu e ele, no dia do descobrimento do Brasil, fugindo da UNB, pra ir pra um bairro cujo nome era Setor de Motéis. Brasília, uma cidade extremamente organizada, tinha Setor de Autarquias, Setor de Clubes...e Setor de Motéis.

Sentamos na frente do alojamento para esperar o primeiro dos dois ônibus que teríamos de pegar. Comecei a ficar neurótica:

- Artista, já pensou como deve ser o Setor de Motéis?
- Ruas e mais ruas cheias de motéis. Aquelas placas de Neon: "Pousada Coração Valente", "Motel Le Xanadu", "Strangers in the night Hotel Cassino Piano Bar"...
- E um do lado do outro, que nem loja do Centro de Manaus.
- E os porteiros batendo palma, do lado de fora: "Espelho no teto, hidromassagem, água quente, só vinte reais duas horas!" "Se entrarem três pessoas, só duas pagam!"
- Hahahahaha...Putz, será que TODOS os casais de Brasília vão pra esse bairro?

Pegamos o primeiro ônibus. Sentamos. Eu encostei minha cabeça no ombro dele, ele passou o braço ao redor. A gente se olhou, e eu disse:

- A gente é TÃO normal. Um casal normal, sabe? Ninguém nesse ônibus faz idéia de que nós dois..moramos separados pelo rio e a floresta, e quilômetros, e falta de estradas, e...
- Eu sei. (Ele me abraçou e beijou minha nuca.) Somos dois namorados, andando de ônibus.
- ...e indo pro setor de motéis! hahahaha!
- hahahaha!

***************

Chegando à Rodoviária do Plano Piloto (que nada mais é que um tremendo Teminal), eu tenho um ataque de leseira. A impressão que tenho é que, ao perguntarmos onde fica o Núcleo Bandeirante, toda Brasília vai olhar pra mim e saber o que eu estou querendo...ahn...fazer.

- Artista?
- Fala, meu amor.
- Pergunta aí... Tô com vergonha.
- E se a gente escolhesse um casal com cara de que tá a fim e seguisse? O ônibus que eles pegassem, era o nosso!
- Tá doido?
- hehehe, vou perguntar pro guardinhhhhhhhhhhha. (Ele é paraense, imaginem o nh paraense.) Seu guarda, qual ônibus a gente pega pra ir pro Set...Nücleo Bandeirante, ou Samambaia?
- Ah, aquele ali, ó.

O guarda, normalíssimo.

- Artista, acho que todo casal novato pergunta isso pra ele!
- Repara, Menin@: tem dois casais na fila.
- Eu sabia!

Fila, espera de ônibus, até que ele chega, uma plaquinha na frente: N. Bandeirantes.

Subimos apressadamente, eu MORRENDO DE VERGONHA. Parecia que eu estava pegando Condução Escolar...para maiores.

Cobrador: - Falta dinheiro, aqui.
Artista: - A passagem é um e vinte, não?
Cobrador: Pra esse aqui, é dois e dez.

Menin@ pensando: Será que é porque vai pro Setor de Motéis? Comissão?

Artista: Porquê?
Cobrador: Porque sai do Plano Piloto.
Casal-Interestadual: Ahhhhhhhhhhhhhhhhhh, bom... (risadas)

Acho que o cobrador não entendeu.

***************

Sentadinhos, de mãos dadas. Na cadeira mais próxima do cobrador.

- Menin@, agora temos um problema.
- ? (Quem me conhece sabe que eu sei fazer CARA de ponto de interrogação.)
- Para onde vamos?
- Ué, pro Set...Núcleo Bandeirante.
- Sim, e chegando lá? Pra qual mot...estabelecimento nós vamos?
- ...
- E se a gente perguntasse do cobrador? (levantando)
- TÁ DOIDO? (puxando de volta)
- Mas é sério, pensa: a gente não conhece nada. Telefone, a gente não tem, e se tivesse, ia ligar pra quem? Pro Poeta Matemático?
- NUNCA! Eu ia morrer! Justo ele?
- Porquê?
- Porque eu prometi pra ele que vinha pra participar do EVENTO...e não, fazer um evento particular, com você.
- Mas eu nem sabia se vinha. Foi de última hora!
- Mas eu prometi.
- Bem...TODO MUNDO vai sacar que a gente fugiu, hehehe, mas a gente pode fazer de conta que não entendeu!
- Hahaha, é isso. Pergunta então pro cobrador em qual parada a gente desce.

Artista: - Senhor, pra ir pro núcleo bandeirante, onde nós descemos?
Cobrador - Óia, vai andar MUITO ainda. Depois que passar o Ponto de Referência Snevels, vocês descem e entram à esquerda.
Menin@ - E quanto tempo leva pra chegar lá?
Cobrador - Ah, uns TRINTA MINUTOS. Quando tiver perto, eu aviso vocês.

Eu murchei. Já eram dez da manhã, mais meia hora, mais procurar o estabelecimento, onze, e a gente só tinha até duas horas pra voltar pra UNB! O almoço ia dançar.

Artista - Não vamos poder almoçar.
Menin@ - É...
Artista - E precisa? (sorriso)

De novo, meu coração tropeçou e caiu de joelhos na frente daquele sorriso.

******
Trinta minutos.

Menin@-prodígio avista o Ponto de Referência Snevels, mas passou muito rápido.
Artista confia no cobrador, e diz que ele vai avisar quando chegar a parada.
Menin@-Prodígio lê na placa: Núcleo Bandeirante à esquerda...

O Ônibus continua em frente...Menin@-prodígio sente o chamado da intuição e desce correndo, seguida por Artista.

Quando os dois já estão na calçada, o cobrador bota o corpo pra fora e diz:

Cobrador: - Vocês descem aqui!

Menin@ e Artista percebem que podem estar perdidos...

***********

e porque o título do post?

Continua...em breve.


Menina Prodígio se aventurou aqui às 12:07 AM


----------------------

Comments: Postar um comentário

Este é o blog de alguém que tem vinte e um anos, gosta de ler, gosta de que sua vida seja um livro aberto e gosta de gostar. E falta um ano pra receber um canudo.

Todo dia uma aventura nova. Toda semana uma odisséia. De vez em quando uma atualização


Gostos:

*Cheiro de Fanta Morango* *Sabor de hortelã* *Lençol acetinado* *Violão* *Bolero* *Lua cheia* *Teatro* *Bossa Nova* *Clube da Esquina* *Massagem com óleo Johnson's* *Conjectura de Poincaré* *Beijo no pescoço* *Abacaxi geladinho* *Falar sem parar*



Aventuras em grupo


Sotaques, um blog globalizado
O melhor blog da Internet Galáctica

Blogs

Licor de Marula com flocos de milho açucarados
Alma em Punho
Apostos
appothekaryum
\o/Bloggette
Balde de Gelo
Blog de papel
Cala a boca, que eu tô falando!
Catarro
Oh, Bravo Figaro!
Cartas Curtas
O Coyote é Físico teórico! [E tem cara de artista]
Cumequié?
Copy and Paste
Drops da Fal
Não gostou? Vem me pegar!
Mau humor, mentiras e fé patológica
Mad Tea Party
Pensar Enlouquece, pense nisso.
Blog de Gestão
Gravataí Merengue
Caryorker
O biscoito fino e a massa
John Doe - Juventude, sobriedade e poesia
Jesus, me chicoteia!
Louca por blog? É a mãe! A margarida Inventada
Marmota, mais dos mesmos...
Megeras Magérrimas
Não discuto, por Ticcia Antoniette
Nóvoa em folha
Luabella e suas fases
Liberal, Libertário, Libertino
poliCARPE DI EMili
O estupendo Poeta Matemático [Trinomial e o escambau]
Menina Mateira que não posta nunca
Madame Mean

Sites

Cocadaboa
Malvados
Omelete
Embarque


Frase que fez clique

"Brilhar pra sempre,
brilhar como um farol,
brilhar com brilho eterno,
gente é pra brilhar,
que tudo mais vá pro inferno,
este é o meu slogan
e o do sol."
Wladimir Maiakóvski
Fonte: Anvörg


Arquivos


Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

Powered by Blogger