<BODY>
22.1.06

Espera

Última aula… Junta os papéis em cima da mesa, os pincéis e os livros... Aquele aluno de sempre vem tirar as dúvidas... Bom, pelo menos ele é interessado, entre tantos que resolvem que estudar na última semana é uma boa estratégia... Ok. Responder, responder...
Abrir a sala... Responder mais perguntas, agora do meu orientando... Sim, amanhã às duas da tarde... É um bom horário, depois da sua aula... E aquela integral? Não saiu? Olha, que tal esse livro? Não, meu querido... Fourier, não Laplace...
Estacionamento... Odeio deixá-la sem carro, mas que posso fazer com o meu costume de sempre acordar quando ela me faz aquele cafuné na cabeça!? Bom, agora quem paga é ela, já que hoje eu tinha que passar prova e não poderia me atrasar... A uma hora dessas ela deve estar dentro do ônibus, pensando o quanto não importa a cidade, sempre os ônibus são lentos e o trânsito não ajuda. Realmente, não importa a cidade...
Ok, carro... Rápido, rápido... Sim, amigo, isso é um carro, não uma charrete... Pode pisar no acelerador... Obrigado...
Trânsito, mais trânsito... Mas tenho que chegar logo. Ok, bairro, rua, essa rua com tantas casas com jardim... Ela que escolheu... Rio ao lembrar da escolha “racional” dela: “Tem jardim! Ótimo! Compramos!”. “Mas filha, você não acha...”. “Ah, você sabe que sempre quis morar numa casa com jardim, né??”
É, eu sei. Para mim um apartamento com samambaia já resolvia o caso, mas como resistir àquele olhar dela?
Estacionar... Sai do carro, abre portão, entra no carro, estaciona, sai do carro, fecha portão... Tudo bem...
Chaves... Ok, a última chave que toca no lado esquerdo do chaveiro... só assim para não se enganar com tantas...
Casa. Ufa... Só quero descansar um pouco... Sofá... Fizemos questão de comprar um parecido com o da mãe dela, que são tão confortáveis. Só um dez minutos de descanso... Como era aquela integral que o aluno me falou?
Tiro o livro, que ela diz que é “Cheio de letrinhas gregas...” Acho uma graça ela tentando entender “as loucuras da minha concorrente”... Ela com as mãos no queixo, me olhando enquanto explico coisas que sei que não são tão simples... Devo confessar que também não entendo nada do trabalho dela, com todas aquelas coisas de gerenciamento de não sei o quê... Mas sim, deixa de viajar em pensamentos e volta à integral...
O barulhinho dela se atrapalhando com as chaves... É sempre o mesmo barulhinho inconfundível... Provavelmente vai reclamar do cadeado e dessa mania de ler com a luz fraca que vem do poste que acabou de acender lá fora... Mas só depois...
“Boa noite”, e aquele sorriso... Ela chega perto e coloca os dedos na minha nuca... Ela sabe o quanto gosto disso...

Deixo o livro cair no chão, e ela deita no meu colo... Mordo o seu queixo e ela me pede “calma”...

Ela sempre acha que dá tempo de chegar ao quarto...


*******************

Sim, foi ele quem escreveu a resposta.

Me digam: esse cara devia ou não ter um blog?


Menina Prodígio se aventurou aqui às 11:21 PM


----------------------

Comments: Postar um comentário

Este é o blog de alguém que tem vinte e um anos, gosta de ler, gosta de que sua vida seja um livro aberto e gosta de gostar. E falta um ano pra receber um canudo.

Todo dia uma aventura nova. Toda semana uma odisséia. De vez em quando uma atualização


Gostos:

*Cheiro de Fanta Morango* *Sabor de hortelã* *Lençol acetinado* *Violão* *Bolero* *Lua cheia* *Teatro* *Bossa Nova* *Clube da Esquina* *Massagem com óleo Johnson's* *Conjectura de Poincaré* *Beijo no pescoço* *Abacaxi geladinho* *Falar sem parar*



Aventuras em grupo


Sotaques, um blog globalizado
O melhor blog da Internet Galáctica

Blogs

Licor de Marula com flocos de milho açucarados
Alma em Punho
Apostos
appothekaryum
\o/Bloggette
Balde de Gelo
Blog de papel
Cala a boca, que eu tô falando!
Catarro
Oh, Bravo Figaro!
Cartas Curtas
O Coyote é Físico teórico! [E tem cara de artista]
Cumequié?
Copy and Paste
Drops da Fal
Não gostou? Vem me pegar!
Mau humor, mentiras e fé patológica
Mad Tea Party
Pensar Enlouquece, pense nisso.
Blog de Gestão
Gravataí Merengue
Caryorker
O biscoito fino e a massa
John Doe - Juventude, sobriedade e poesia
Jesus, me chicoteia!
Louca por blog? É a mãe! A margarida Inventada
Marmota, mais dos mesmos...
Megeras Magérrimas
Não discuto, por Ticcia Antoniette
Nóvoa em folha
Luabella e suas fases
Liberal, Libertário, Libertino
poliCARPE DI EMili
O estupendo Poeta Matemático [Trinomial e o escambau]
Menina Mateira que não posta nunca
Madame Mean

Sites

Cocadaboa
Malvados
Omelete
Embarque


Frase que fez clique

"Brilhar pra sempre,
brilhar como um farol,
brilhar com brilho eterno,
gente é pra brilhar,
que tudo mais vá pro inferno,
este é o meu slogan
e o do sol."
Wladimir Maiakóvski
Fonte: Anvörg


Arquivos


Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

Powered by Blogger