<BODY>
21.9.06

Cada um chupa o nariz que quiser. Ou quantos quiser. Ou onde quiser. Ou pode nem ser um nariz.

Daniela Cicareli. Sim, sim, aquilo tudo e tal.

Sendo breve:

- Em matéria de sexo, eu estou profundamente convicta que você pode querer e tentar realizar TUDO - sendo dentro da lei, vai em frente. Não fico chocada com boatos de "fulana é galinha, fulano é corno", pois acho que cada um sabe de si. Não fico indignada com fotos de "aquela safada dando na frente de todo mundo". Se ela tinha vontade de dar, e deu, e ela gostou, ela está é certa. Problema de quem ficar olhando.

Quando aconteceu aquele caso de uma moça que teve fotos suas transando com dois caras divulgadas na internet, eu não fiquei indignada por ela transar, ou se deixar fotografar. Cada um tenta ser feliz do jeito que dá, e quer, e gosta, e acha bom. E, a princípio, TODOS temos de respeitar isso. Mas tem algo muito errado com as cabeças por aí. Não sei se vocês souberam: as tais fotos vazaram pra internet, e descobriram o orkut da moça, e centenas de pessoas-people entraram lá pra chamá-la de vagabunda, piranha, etc, etc.

Pô, que raio de mundo é esse? A errada não é a moça[que, aliás, alegava que as fotos eram montagem].E tanto faz se eram reais ou não. Não é errado transar com dois, cinco, vinte caras. Não é errado tirar fotos, pode ser um joguinho interessante, quem está entre quatro paredes faz o que QUISER. Errado é essas fotos serem divulgadas SEM PERMISSÃO DOS ENVOLVIDOS. Isso tem nome: CANALHICE. Isso é uma tremenda invasão de privacidade, uma imoralidade.

E quanto aos que foram no orkut dela para criticar as escolhas sexuais e pessoais da moça, nem sei o que dizer desse tipo de gente [sic]. Eu não canso de me dizer apaixonada por seres humanos, mas quando eles aprontam essas coisas me dá vontade de gritar de desespero. Talvez o Cristóvam tenha razão, e isso tudo seja problema de educação. Talvez seja desvio de caráter, incapacidade de entender o que o Galileu Barbudinho disse sobre fazer aos outros o que a gente queria receber, mas enfim. Como o Barbudinho disse, o sol nasce pros bons e pros panacas, pra quem tem e não tem orkut.

E aí, eu chego na Daniela Cicareli.

POnto a) "O lugar era público e não era pra transar ali". Hum, tudo bem. Se alguém tivesse cutucado no ombro dela e dissesse "moça, a senhora tá fazendo uma coisa ilegal, pare com isso, e vamos carimbar dedos lá na cadeia", estava CERTÍSSIMO.

Mas não foi isso que aconteceu. Os frequentadores da praia não pediram para que parasse [e se eu fosse uma, talvez ficasse olhando enternecida pensando no meu namorado, como sempre faço quando passo em porta de escola e vejo casaizinhos se abraçando. Tão bonitinho. ]. Se ficaram incomodados, viraram pro outro lado, fingiram que não viram. Tudo bem.

b) "O fotógrafo não fez nada errado, o lugar era público e ele filmou o que qualquer um poderia ter visto. " Certo. O lugar era público. O fotógrafo não fez nada ILEGAL - filmar lugares públicos não é ilegal.

Mas isso não quer dizer que seja uma atitude correta. Esse culto às celebridades distorceu os valores de um jeito estranho. Se você é "famoso"[fama definida por critérios tolos], não pode relaxar, pois a qualquer momento pode ter uma câmera de zoom 100 metros na sua direção. Que é isso. Estamos publicamente dizendo agora que uma certa categoria de pessoas não pode ter paz? Não pode tirar meleca do nariz, atrasar a depilação?

Então, eu, na condição de CERUMANA, vejo um momento da vida do outro CERUMANO e me sinto DONA daquilo? "Transou na minha frente, chapéu!" Que é isso. Um ser humano [eu sei sim como se escreve] minimante respeitoso e educado diria: "puxa, um casal se atracando. Não vou ficar secando muito." Fosse quem fosse, fossem dois garis na rua, fossem "famosos", fossem dois blogueiros. Respeito às opções dos outros. Eu aprendi [levando muito na cabeça, e depois de cometer erros horrorosos e baixos] que os outros podem fazer o que quiserem e eu não posso me meter.

Então, o que o papparazo fez pode não ter sido ilegal.[E eu acho que não foi. Não conheço as leis espanholas, mas sexo em público não tá exatamente liberado. É ilegal transar em público, eu acho. Mas é uma pena. Porque os bichos transam em público e os outros ficam ali por perto, os leões bocejam, os cachorros esperam sua vez. Se a gente pudesse encontrar um casal transando na parada de ônibus e tivesse a liberdade de dizer pra eles afastarem um pouquinho no banco, o mundo ia ser melhor. ] Mas foi anti-ético. Foi FEIO. E fazer coisas anti-éticas é EXATAMENTE o x da questão.

Aí, alguém bota o filminho na internet. Segundo gesto anti-ético. Aí, todo mundo passa o filminho adiante. Inúmeros gestos anti-éticos. E a gente pode fazer isso sem problema. Porque ela é "famosa", ué. Quem escolhe ser "famoso", já sabe que vai ser perseguido por câmeras com super zoom. E passa o filme adiante.

Não, gente, não. Sério. As fantasias sexuais dos outros são DOS OUTROS. Juro. Se cada um parar pra analisar a fundo, vão saltar tantos pervertidos de dentro da gente. E as pessoas só querem ser felizes, antes de serem famosas, ou não serem.

Tentando resumir meus complicados pensamentos:

a) Eles não deviam ter desobedecido a lei transando em uma praia pública.
a.1) O que torna todos os frequentadores da praia cúmplices deste atentado ao pudor. Atentado ao pudor com provas. Quem viu o vídeo é cúmplice também? Deveríamos denunciar o casal? Quem deveria ter reclamado não eram os banhistas que estavam presenciando tudo? Por que não reclamaram? Se eles não se sentiram incomodados, quem somos nós?
b) o fotógrafo não devia ter filmado.
c) nós não devíamos ser tão curiosos sobre a vida dos outros.
d) quem passou o vídeo adiante, devia refletir sobre o "PORQUÊ". Só isso. "Passei por quê? Pra aparecer? Pra compartilhar? Por zoação? E se fosse a minha mãe?"


Menina Prodígio se aventurou aqui às 11:57 PM


----------------------

Comments: Postar um comentário

Este é o blog de alguém que tem vinte e um anos, gosta de ler, gosta de que sua vida seja um livro aberto e gosta de gostar. E falta um ano pra receber um canudo.

Todo dia uma aventura nova. Toda semana uma odisséia. De vez em quando uma atualização


Gostos:

*Cheiro de Fanta Morango* *Sabor de hortelã* *Lençol acetinado* *Violão* *Bolero* *Lua cheia* *Teatro* *Bossa Nova* *Clube da Esquina* *Massagem com óleo Johnson's* *Conjectura de Poincaré* *Beijo no pescoço* *Abacaxi geladinho* *Falar sem parar*



Aventuras em grupo


Sotaques, um blog globalizado
O melhor blog da Internet Galáctica

Blogs

Licor de Marula com flocos de milho açucarados
Alma em Punho
Apostos
appothekaryum
\o/Bloggette
Balde de Gelo
Blog de papel
Cala a boca, que eu tô falando!
Catarro
Oh, Bravo Figaro!
Cartas Curtas
O Coyote é Físico teórico! [E tem cara de artista]
Cumequié?
Copy and Paste
Drops da Fal
Não gostou? Vem me pegar!
Mau humor, mentiras e fé patológica
Mad Tea Party
Pensar Enlouquece, pense nisso.
Blog de Gestão
Gravataí Merengue
Caryorker
O biscoito fino e a massa
John Doe - Juventude, sobriedade e poesia
Jesus, me chicoteia!
Louca por blog? É a mãe! A margarida Inventada
Marmota, mais dos mesmos...
Megeras Magérrimas
Não discuto, por Ticcia Antoniette
Nóvoa em folha
Luabella e suas fases
Liberal, Libertário, Libertino
poliCARPE DI EMili
O estupendo Poeta Matemático [Trinomial e o escambau]
Menina Mateira que não posta nunca
Madame Mean

Sites

Cocadaboa
Malvados
Omelete
Embarque


Frase que fez clique

"Brilhar pra sempre,
brilhar como um farol,
brilhar com brilho eterno,
gente é pra brilhar,
que tudo mais vá pro inferno,
este é o meu slogan
e o do sol."
Wladimir Maiakóvski
Fonte: Anvörg


Arquivos


Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

Powered by Blogger